Igreja Católica Apostólica Romana

IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA.

AUTORIA, PESQUISA, REVISÃO, ORGANIZAÇÃO: JOSÉ CARLOS DUTRA DO CARMO.

Este arquivo é uma cortesia de JOSÉ CARLOS DUTRA DO CARMO, que sempre tem por filosofia de vida ajudar o próximo da melhor maneira possível.

SITE: www.sitenotadez.net, já acessado por mais de 17 milhões de pessoas.

E-MAILs: sitenota1000@gmail.com - sitenotadez@sitenotadez.net

Os grandes problemas só serão resolvidos se forem questionados, debatidos e levados ao conhecimento da opinião pública, doa a quem doer.

Como cidadão brasileiro, estou fazendo a minha parte.

A Igreja Católica Apostólica Romana, que é riquíssima, pois "nada" em ouro no Vaticano, guarda inúmeras manchas negras na sua história.

Os primeiros Papas foram acusados de vários assassinatos.

"Matavam-se" uns aos outros para assumirem o "papado" seguinte.

O Papa Alexandre VI, libertino e extremamente corrupto, teve sete filhos com mulheres diferentes.

Lucrécia Bórgia, devassa e crudelíssima, era sua filha.

O "sujeito" era tão despótico e "pirado" que nomeou para Cardeal um filho de 16 anos.

Como fica o CELIBATO e a INFABILIDADE dos Papas nessa história?

Na Inquisição, milhares de pessoas foram executadas, a maioria na fogueira, por culpa exclusiva da Igreja Católica.

Os Papas anteriores e o atual já pediram perdão pelos bárbaros crimes.

A pedofilia corre solta nos bastidores da Igreja Católica, cujos Padres e Bispos têm sido denunciados por toda a mídia mundial, há muito tempo.

A Igreja Católica, o Vaticano e até os Papas sempre ignoraram essas graves denúncias, jogando-as para debaixo dos tapetes, não as apurando jamais.

A maior punição ao Padre pedófilo era transferi-lo de Paróquia.

Somente no Estado americano de Boston a Igreja Católica fez um acordo de UM BILHÃO DE REAIS com as vítimas de Padres e Bispos pedófilos.

Na assinatura da conciliação, ficou reconhecido, em juízo, que Padres e Bispos católicos realmente haviam cometido crime de pedofilia.

A Igreja Católica permite e incentiva a adoração de imagens, em total desrespeito a um dos MANDAMENTOS BÍBLICOS, que diz: NÃO ADORARÁS NEM FARÁS PARA TI IMAGENS E ESCULTURAS.

Apesar da adoração e da comercialização absurda e escandalosa de imagens, a "coisa" é tão "bagunçada" que um Bispo da Igreja Católica afirmou que há muitos santos cujas pessoas físicas jamais existiram.

Jesus Cristo condenou a adoração de imagens em algumas passagens da Bíblia.

Quando uma samaritana ajoelhou-se aos seus pés, repreendeu-a, energicamente, dizendo-lhe: LEVANTA-TE, MULHER, SÓ ADORARÁS O SENHOR TEU DEUS EM ESPÍRITO E EM VERDADE.

Por que a Igreja Católica diz que Pedro foi seu primeiro Papa, se ele era casado e tinha filhos?

Nos Conventos católicos, onde viviam Padres e Freiras, foram descobertas dezenas de ossadas de crianças enterradas nos quintais.

Está claro quem as gerou e as matou.

A Igreja Católica, hipocritamente, com seu falso moralismo, condena, de forma implacável e desumana, os homossexuais.

No entanto, está cheia de Padres e Bispos homossexuais e pedófilos, conforme comprovou a CPI da Pedofilia em Arapiraca, AL.

Quando seis milhões de Judeus foram mortos por Hitler, o Papa omitiu-se, foi incapaz de dar uma "palavrinha" sequer de apoio moral e solidariedade às milhares de vítimas.

A Igreja Católica defende a morte.

Um episódio profundamente lamentável e escabroso, muito veiculado pela imprensa, sobretudo pelo Jornal Nacional, da Rede Globo de Televisão, escandalizou o Brasil. 

Tratava-se de uma adolescente, ainda menina, paupérrima, que engravidou.

Por problemas de saúde, os Médicos recomendaram-lhe aborto, pois a garota correria sério risco de morte em parto normal.

A Igreja Católica, intrometida, do alto do seu autoritarismo exacerbado e cruel, anunciou, por meio de um Bispo irresponsável e desequilibrado, que a pobre coitada seria excomungada.

Por que essa Igreja, tão moralista e "dona da verdade", não EXCOMUNGA os Padres e Bispos pedófilos e homossexuais?

O Papa Bento XVI é egoísta, autoritário e ditatorial.

Na maior "cara-de-pau", atribuiu a "si" a condição de INFALÍVEL, quando, na verdade, só Deus o é.

Retrógrado e pedante, determinou, às Igrejas Católicas do mundo inteiro, que celebrassem as missas em Latim, uma língua que ninguém entende; um idioma "fantasma", "morto" e "enterrado" há séculos.

A Igreja Católica está em franca decadência.

Já perdeu, nos últimos anos, só no Brasil, mais de 10 milhões de fiéis para as Igrejas Evangélicas.

PADRE JOSÉ DE ANCHIETA.

O Padre José de Anchieta é um "santo de mentirinha", que a Igreja Católica quer canonizar de qualquer maneira.

Havia uma séria restrição contra ele, comentava-se, mas...

Acabei de ler o livro "Meu Querido Canibal", de autoria do Escritor Antônio Torres.

Fiquei perplexo, chocado, com o que li sobre o "santo de pau oco"!

O Padre José de Anchieta, na época do descobrimento do Brasil, veio com a expedição lusitana para atuar como missionário junto aos índios.

Ao contrário da missão evangelizadora que deveria empreender, apoiou os Portugueses na matança e chacina de milhares de nativos.

Até elogiou os facínoras assassinos por terem cortado as cabeças dos índios, que foram exibidas em locais públicos.

O pseudo Padre atraía os principais Chefes das Tribos para se confessarem e, quebrando vergonhosa e covardemente o sagrado segredo da confissão, repassava aos Militares Portugueses todas as estratégias de lutas dos índios.

Está explicado por que o processo de canonização do Padre "emperrou", nunca vai "pra" frente.

O passado de Anchieta está mais sujo que "puleiro de pato"!

IMPORTANTE. Não professo nenhuma seita. Minha religião e filosofia de vida é sempre fazer o BEM.